CONFUSÕES DA REGRA 85/95 CAUSADAS POR EXPLICAÇÕES ERRÔNEAS!

Muitas explicações estão sendo dadas em geral quanto a regra 85/95, que trata-se simplesmente de uma nova modalidade de aposentadoria e, algumas dessas explicações nos saltam os olhos pois além de inverídicas confundem aqueles que querem buscar sua aposentadoria, algumas dessas explicações são:

1. “Aposentar na regra 85/95 receberá valor integral da Aposentadoria” ! – a resposta correta é de que em pequenos e raros casos apenas, pois na verdade aqueles que se aposentarem na regra 85/95 independentemente do sexo, receberão uma média de suas 80% melhores contribuições desde Julho de 1994 até a data de entrada da aposentadoria, assim mesmo aqueles que contribuíram acima do teto por toda a vida, infelizmente não conseguirão uma renda sobre o teto atual mas algo muito próximo, portanto, o valor da aposentadoria será uma média das contribuições da pessoa o que terá uma variação de um caso para outro.

2. ” Melhor esperar completar a regra 85/95 do que se aposentar caso já tenha 35 anos o homem e 30 anos a mulher pois ganhariam melhor pelo resto da via” !.

Mais uma vez uma afirmação errônea, pois em muitos casos aqueles que já possuem o mínimo de tempo para se aposentarem na modalidade tempo de contribuição (35 anos de contribuição para o homem e 30 anos de contribuição para a mulher ambos independentes da idade) às vezes o aumento que terão na sua aposentadoria quando completarem a regra 85/95, terão uma diferença muito pequena perto daquilo que irão deixar de receber nesse tempo que aguardarão para aposentarem sobre a nova modalidade (85/95). Assim possuem muitas pessoas que com a ilusão de um valor maior na aposentadoria esquecem de verificar qual o tempo que levarão para atingirem os requisitos da regra 85/95 e se os valores que deixarão de receber por não aposentarem na modalidade tempo de contribuição com fator previdenciário não serão tão grande, que mesmo com o aumento, provavelmente não conseguirão reaver esses valores em vida.

Esquecem também que além da regra 85/95 à Aposentadoria Especial, Aposentadoria por Invalidez, Aposentadoria do Professor e, outras, também possuem um cálculo idêntico a regra 85/95 e em muitos casos conseguem se aposentar muito antecipadamente e, com o mesmo valor da nova modalidade.

Portanto, infelizmente estamos vendo muitas pessoas deixarem de se aposentar em outras modalidades com a ilusão de um aumento em sua aposentadoria e em muitos casos isso não será verdade, devendo fazer TODOS os cálculos, não cabendo assim à afirmação genérica de que esperar a regra 85/95 em qualquer hipótese é a melhor opção a ser feita.

3. “A modalidade 85/95 acabou com as aposentadorias” – Como exaustivamente explicamos em outras reportagens, a regra 85/95 é APENAS uma modalidade de aposentadoria nova, ou seja, não acabará com as demais modalidades já existentes e conhecidas, assim aquele que está buscando à chamada Aposentadoria Especial que possui o mesmo cálculo da regra 85/95 NENHUMA mudança lhe afetará por exemplo.

Conclusão:

Tais afirmações acima exemplificadas podem causar confusão e, GRANDE prejuízo àqueles que estão buscando sua aposentadoria, o advogado Dr. Gustavo Ferraz de Oliveira tem orientado seus clientes com cálculos e, estudo de qual seria a sua melhor aposentadoria dentre as diversas opções, e, alerta para que aqueles que desejem aposentar busquem um advogado previdenciário para que possam ter analisado qual a melhor aposentadoria para seu caso, como já vem sendo realizado há tempos pelo Dr. Gustavo Ferraz de Oliveira – www.advferraz.com